bwin

Arthur Nory foca em classificação às Olimpíadas e admite dores no ombro: "Vou cuidar disso"

15 nov2023 - 08h16
(atualizado às 13h34)

O Esporte Clube Pinheiros realizou, nesta terça-feira, uma entrevista coletiva que contou com a presença da maioria de seus atletas que conquistaram medalhas nos Jogos Pan-Americanos de 2023, disputados em Santiago, no Chile, como Arthur Nory, Rafael Silva (Baby), Ana Carolina e Felipe Sandoval. O ginasta Arthur Nory falou sobre a expectativa da classificação para as Olimpíadas de 2024, em Paris, na França, que ainda não veio.

"Agora, finalizamos todo o calendário da ginástica do Brasil, voltando de um grande compromisso (Jogos Pan-Americanos). Já voltei nessa semana pensando na Copa do Mundo, na série, mas agora é um processo de cuidado físico e mental nesses últimos meses do ano para chegar preparado. Temos uma bagagem na prática, mas temos que nos cuidar. Foco muito grande nessas quatro Copas do Mundo. A preparação já começou, já estou me preparando e mantendo o corpo e a cabeça no lugar porque o esporte junta esses dois fatores", disse o atleta em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

Publicidade

Sem conseguir a vaga para as Olimpíadas através dos Jogos Pan-Americanos de Santiago, Nory ainda tem chances de garantir sua vaga por meio de um circuito de Copas do Mundo, que acontecerá entre fevereiro e março de 2024. Mesmo ainda com dores provocadas pelo esforço na capital chilena, o ginasta disse que cuidará da situação, mas também citou o fator mental, que precisa estar alinhado com o físico.

"Agora é o momento para isso (recuperação de dores no ombro). Além da parte física, tem essa parte médica. Hoje (terça), inclusive, vou passar no médico para ver como está (o ombro) e fazer alguns exames. Vou cuidar disso e de tudo que possa vir a me tirar dos treinamentos. No Pan, senti a região porque faziam quatro anos que eu não disputava individual geral, mas meu propósito e meu objetivo eram bem maiores. A mente estava boa, mas o corpo sentiu um pouco. Por isso, precisamos saber dosar esses dois fatores, faz parte", completou.

Arthur Nory vai em busca de mais uma medalha olímpica, desde que conquistou bronze na edição de 2014, no Rio de Janeiro. A vaga para Paris ainda não está garantida, mas o ótimo desempenho nos Jogos Pan-Americanos de 2023 carimbam o atleta brasileiro como um dos favoritos a conseguir a classificação por meio do circuito das Copas do Mundo. Em Santiago, Nory faturou quatro medalhas: duas de bronze, uma de prata e uma de ouro.

Gazeta Esportiva
Fique por dentro das principais notícias de Esportes
Ativar notificações
bwin Mapa do site

1234