Pesca Feliz

Pesca Feliz - Irmã de ex-Jogador do Grêmio é detida por suspeita de golpe em camarotes da Sapucaí

Lívia Moura, irmã de Léo Moura, presa por estelionato ao vender entradas falsas para desfile no Rio

13 fev2024 - 11h49
(atualizado às 11h52)

Na manhã desta terça-feira (13), Lívia Moura, irmã do ex-jogador do Grêmio, Léo Moura, foi presa pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Rio, sob a acusação de estelionato. A suspeita é de que ela tenha aplicado o golpe do camarote na Sapucaí, vendendo entradas falsas para o desfile.

A prisão ocorreu em sua residência, na Estrada dos Três Rios, em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, onde foram encontradas várias pulseiras relacionadas ao suposto golpe. Após avanço nas investigações, a polícia solicitou e a Justiça aceitou a prisão temporária de Lívia.

Publicidade

Segundo as vítimas, que registraram o crime na 19ª DP (Tijuca), a irmã de Léo Moura cobrava R$ 5 mil por ingresso para duas pessoas. Prometia incluir os nomes dos compradores em uma lista de convidados, mas, ao chegar ao evento, as vítimas descobriam que haviam caído em um golpe.

Os relatos indicam que Lívia explicava o recebimento dos ingressos por QR Code via WhatsApp, mas o código nunca era enviado. Uma vítima afirmou que ela praticava o mesmo golpe em eventos diferentes, oferecendo convites a outras pessoas.

Vale ressaltar que em 5 de fevereiro, o Ministério Público do Rio já havia solicitado a conversão da prisão domiciliar de Lívia, decretada em 2022, para preventiva. O motivo é a não colocação da tornozeleira eletrônica, conforme determinação judicial, sem justificativa ou comparecimento ao local indicado para instalação do dispositivo eletrônico.

Fique por dentro das principais notícias
Ativar notificações
Pesca Feliz Mapa do site

1234