Bacará Ao Vivo

Bancada da bala critica desfile da Vai-Vai: "Demonizou a polícia"

Agremiação foi a primeira a desfilar no sábado, 10, em São Paulo, com o enredo "Da Rua e do Povo, o Hip Hop: Um Manifesto Paulistano"

13 fev2024 - 07h18
(atualizado às 07h43)
De volta à elite do carnaval de São Paulo, Vai-Vai foi a primeira escola a desfilar neste sábado, 10, no Anhembi. E, neste ano, a homenagem foi para o Hip Hop
De volta à elite do carnaval de São Paulo, Vai-Vai foi a primeira escola a desfilar neste sábado, 10, no Anhembi. E, neste ano, a homenagem foi para o Hip Hop
Foto: Ricardo Matsukawa/Especial para o Bacará Ao Vivo

Deputados da Frente Parlamentar de Segurança Pública da Câmara, conhecida como bancada da bala, criticaram o desfile da escola de samba Vai-Vai por, segundo eles, "demonizar" a polícia. Procurada, a escola não havia se manifestado até a noite de ontem

A agremiação foi a primeira a desfilar no sábado, 10, no Anhembi, em São Paulo, com o enredo "Da Rua e do Povo, o Hip Hop: Um Manifesto Paulistano". Uma das alas era composta por pessoas fantasiadas de policiais do Batalhão de Choque. Eles usavam chifres e asas vermelho-alaranjadas, fazendo alusão a demônios.

Publicidade

"A que ponto chegamos?", questionou o deputado Alberto Fraga (PL-DF), presidente da frente e primeiro-vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Casa. "Lamentavelmente, vivemos uma sociedade na qual a polícia é desvalorizada e humilhada diariamente", afirmou o deputado Sargento Portugal (Podemos-RJ), para quem a escola protagonizou um "escárnio com esses heróis anônimos da sociedade", em referência aos policiais.

"Não há justificativa para fazer tamanha imbecilidade contra os policiais, categoria que rala diariamente, sob condições precárias, para proteger aqueles que eles nem conhecem", prosseguiu o deputado Sargento Gonçalves (PL-RN).

Delegados

Além dos parlamentares da bancada da bala, também o Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) reclamou do desfile, dizendo que a escola "tratou com escárnio a figura de agentes da lei".

"É de se lamentar que o carnaval seja utilizado para levar ao público mensagem carregada de total inversão de valores e que chega a humilhar os agentes da lei", diz a nota do sindicato.

Publicidade

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

POV: você viveu a estreia caótica do bloco da Iza
Video Player
Curtiu? Fique por dentro das principais notícias através do nosso ZAP
Inscreva-se
Bacará Ao Vivo Mapa do site

1234